1) O que é preciso fazer para viajar para Orlando?

O primeiro passo de qualquer viagem internacional, não só para Orlando, é tirar o seu passaporte.

Para isso, você vai entrar no site da Polícia Federal e verificar a documentação necessária (para adultos e crianças) e solicitar a emissão do seu passaporte.

Depois que você tiver feito isso, você vai pagar a taxa de emissão (R$ 257,25 – atualizada em março de 2019) e agendar o seu atendimento no posto mais perto da sua casa. Após o seu atendimento presencial na Polícia, você vai esperar uma média de 6 dias úteis até que seu passaporte seja entregue (caso não haja nenhum problema de emissão que atrase a entrega).

Somente com o seu passaporte em mãos, você deverá fazer o próximo passo que é tirar o seu visto americano. Para isso, entre no site da Embaixada Americana e siga os passos referentes ao visto.

Você vai: preencher o formulário online DS 160 (tomando os devidos cuidados para não preencher nada de errado), pagar a taxa (U$ 160,00), fornecer uma foto dentro das especificações americanas e fazer o seu agendamento (um no CASV – Centro de Atendimento ao Solicitante de Visto e outro no Consulado ou na Embaixada, dependendo de onde você resida) e ir às devidas entrevistas.

Bom, agora sim, você está com seu passaporte e seu visto americano na mão? Agora você pode começar a procurar passagens, hotéis, pacotes e tudo mais que você desejar em Orlando.

Já pensou se você faz o inverso e acaba com o visto negado? Claro que a gente nunca quer isso, mas pode acontecer com qualquer pessoa. Então, faça as coisas na ordem certa e tudo ficará melhor.

2) Todos os parques são da Disney?

Não. Hoje Orlando conta com diversos parques temáticos, dentre eles 4 são da Walt Disney World: Magic Kingdom (o parque do castelo); Epcot (o parque da “bola”); Hollywood Studios (o parque dos filmes e que está recebendo a maior parte das atrações do Star Wars); Animal Kingdom (o parque do Avatar).

Fora os parques da Disney, Orlando conta com 2 parques da Universal, sendo eles: Universal Studios e Islands of Adventure, conhecidos como os parques do Harry Potter e o Sea World (o parque da baleia Shamu).

3) O que é Magic Band?

É uma pulseira criada pela Disney para facilitar a vida dos visitantes quando visitando os seus parques. De que modo?

Ao invés de utilizar o cartão toda vez que for entrar no parque, você só vai encostar a sua pulseira;

Se você estiver hospedado nos resorts da Disney, a sua pulseira servirá como chave do seu quarto e como cartão de pagamento para as suas compras;

Para fazer o check in nos totens das atrações para os fast pass+;

Vincular as suas fotos tiradas no Disney PhotoPass à sua conta.

3.1) Todo mundo precisa de uma?

Não, mas é uma maneira que a Disney criou para facilitar a vida das pessoas, então por que não usar? (você não vai precisar se preocupar com o seu ingresso, ficar procurando onde está toda vez que for entrar na atração… é só usar a pulseira, que já está ali no seu braço)

3.2) Onde posso comprar?

Em todos os parques e no Disney Springs. Na Disney Store também é possível comprar, mas não entrega no Brasil (mas você pode usar o serviço da FM Transports e mandar entregar para ele, assim já vai estar com elas quando chegar lá)

Se você estiver hospedado em hotel da Disney, a sua Magic Band faz parte do pacote da sua hospedagem.

3.3) Como vincular a sua Magic Band?

Se você comprar nos parques ou no Disney Springs, é só pedir para o Cast Member linkar na mesma hora para você, que eles fazem isso.

Se quiser fazer sozinho, é só linkar no site da Disney ou no aplicativo My Disney Experience.

3.4) é possível que outras pessoas usem a minha Magic Band?

Não, só você pode usar. Ela é pessoal e intransferível.

3.5) Se eu usar esse ano (2019), só poderei usar nessa viagem?

Não, a sua pulseira tem uma bateria longa e enquanto ela estiver com “vida”, poderá usufruir da mesma.

3.6) Quais os valores da Magic Band?

A pulseira está na 2ª geração, mas com os mesmos valores da 1ª, a única diferença é que agora você tem a opção de trocar apenas os acessórios da Magic Band, como o chaveiro ou o relógio.

A lisa custa U$ 14,99 + impostos e as comemorativas podem ultrapassar 30,00.

3,7) E se eu perder a minha pulseira?

Não ache que isso não acontece, porque acontece e muito.

Você pode procurar o Guest Relation do parque ou o Lobby do hotel em que estiver hospedado e eles te auxiliarão. Ou, entre no site ou no aplicativo para desativar a sua Magic Band você mesmo.

Em alguns casos outra Magic Band será providenciada (umas com custo, outras sem custo adicional). As edições especiais e limitadas não podem ser substituídas.

4) Fast Pass?? O que é?

É o conhecido fura fila da Disney.

Todas as pessoas com ingresso válido para os parques da Disney tem direito a usar gratuitamente desse benefício.

Como: se você está hospedado em hotéis da Disney, com 60 dias antes da sua chegada em Orlando, você conseguirá marcar/ selecionar até 3 atrações em cada parque, em horários selecionados, de forma que não pegue fila naquelas atrações e já te libere tempo para fazer outras coisas.

Se você NÃO estiver hospedado nos hotéis da Disney, poderá agendar os fast pass com 30 dias de antecedência.

Cada parque tem um leque de opções para agendamento das atrações e, em alguns deles, as mesmas são divididas em grupos, fazendo com que você tenha que escolher uma ou outra de um único grupo.

Por exemplo: no Animal Kingdom, as duas atrações do Avatar estão no mesmo grupo e você só poderá escolher entre uma delas na hora de marcar o seu fast pass.

Mas, quando você estiver em Orlando, no parque, depois que tiver usado os seus 3 fast pass, poderá marcar mais um no quiosque ou no próprio aplicativo da Disney, se houver atração disponível.

O horário de marcação do fast pass também é sempre uma dúvida, porque é o horário de Orlando e não o nosso, o que acaba variando com o horário de verão deles, o nosso horário de verão e por aí vai. O horário é fixo, mas a diferença de fuso é que muda. Fique atento para isso!! O horário de lá é as 7h da manhã, sempre! O ideal é sempre tentar marcar as atrações no horário que abrem as opções, porque depois você vai ficando com o que “sobra”.

Você pode marcar um horário e depois alterá-lo se achar que o seu roteiro precisa mudar, ou o dia, ou a hora, não se preocupe! Não é porque você marcou o dia X, que você nunca mais vai poder mudar não.

E outra coisa muito importante na hora de marcar as suas atrações: nunca marque duas atrações em pontos extremos dos parques, em horas muito próximas…. certo?

5) O que é melhor, alugar carro ou usar o transporte oferecido pelo hotel?

Se você está hospedado em hotel dentro da área da Disney, Universal ou em hotéis que ofereçam transporte para os parques, você pode optar por não alugar carro e ficar utilizando apenas os ônibus ou vans que fazem esse serviço. A única coisa que você precisa ter em mente é que sempre estará preso aos horários de saída e chegada deles, precisando se atentar a eles.

Orlando é uma cidade muito bem sinalizada e, para quem gosta de dirigir, uma maravilha. A única desvantagem são os preços dos estacionamentos dos parques, que precisam entrar nos custos da sua viagem, se essa for a sua opção.

6) Quais as empresas de aluguel de carro em Orlando?

Hertz; Álamo; Dollar; Thrifty; Budget; National; Avis (todas que você vai encontrar no aeroporto)

7) Alem das empresas, quais as outras opções que tenho para andar em Orlando?

Contratar carros de parceiros, como o JSPE, que você não vai precisar passar pelos guichês das locadoras.

Contratar motoristas/transfers como nosso parceiro FM Transports que vai te levar onde você quiser.

Ou, ainda, opções como transporte público (Lynx e outros) ou Uber, Cabify, taxi, etc.

8) Está na hora de pensar nos ingressos. Você sabe as diferenças entre eles?

8.1) Sea World/Busch Gardens/Aquatica

Você pode comprar ticket para 1 dia; para 2 dias (pode ser usado em qualquer dos 3 parques); para 3 dias (pode ser usado em qualquer dos 3 parques) e para 14 dias consecutivos com visitas ilimitadas e estacionamento gratuito (pode ser usado em qualquer dos 3 parques)

8.2) Universal Studios/Island of Adventure/Volcano Bay

Você pode comprar ticket para 1 dia de parque (sem passar para o outro parque); você pode comprar ticket para 1 dia de parque com o direito de passar para o outro parque (ticket park-to-park);

Você pode comprar ticket para 2 dias de parque (sem passar para o outro parque); você pode comprar ticket para 2 dias de parque com o direito de passar para o outro parque;

Volcano Bay – você pode comprar ticket para 1 dia;

Ticket para 3 dias – Você pode comprar ticket para 3 dias de parque (sem passar para o outro parque); você pode comprar ticket para 3 dias de parque com o direito de passar para o outro parque – com o direito de ir no Volcano Bay

8.3) Walt Disney World

Quanto mais dias você comprar, mais baratos os dias ficam no final

U$ 109,00 + taxa – 1 dia (+ 60,00 park hopper)

U$ 95,00 – 1 dia – comprando 5 dias

Parque aquático – U$ 69,00 + taxa

O ticket chamado Park Hopper Pass é o que te dá acesso a trocar de parque no mesmo dia. Por exemplo, você começa o seu dia no Hollywood Studios e depois do almoço pode terminar o seu dia vendo o show no Magic Kingdom.

9) Memory Maker

É considerado o pacote de fotos da Disney.

Durante a sua visita a qualquer um dos 4 parques temáticos você encontrará diversos fotógrafos em pontos estratégicos que tirarão fotos mágicas da sua viagem.

Se você comprar antecipadamente pelo site, custa U$ 169,00 e você pode dividir esse valor com os seus amigos e familiares que estiverem viajando com você.

As fotos não são contadas então aproveite para tirar o máximo que puder! Os fotógrafos são maravilhosos!

10) Parques aquáticos

Atualmente existem diversos parques aquáticos em Orlando, dando mais opção aos visitantes. São eles:

Volcano Bay, o mais novo, da rede Universal Studios;

Aquatica e Discovery Cove, do grupo Sea World;

Blizzard Beach e Typhoon Lagoon, do grupo Walt Disney.

11) Cadeirinha para o carro – até que idade é necessário em Orlando?

Todas as crianças de 0 a 5 anos devem usar cadeirinhas apropriadas.

Todas as crianças até 12 anos devem andar no banco de trás com o cinto de segurança afivelado corretamente.

De 0 a 4 anos: uso obrigatório da cadeirinha;

De 4 a 5 anos: uso obrigatório da cadeirinha ou do booster (assento de elevação) com o cinto de segurança afivelado corretamente.

Lei: 2017 Florida Status: Title XXIII: Chapter 316: Section 613: Child Restraint Requirements

12) Seguro Saúde

Item essencial em qualquer viagem internacional

Nos EUA qualquer consulta é uma fortuna; Não deixe de fazer esse gasto por achar que nada vai acontecer com você.

Lembre ainda de verificar qual a cobertura do seguro que está contratando!

13) Child Swap e Rider Switch

O nome muda, mas a intenção é a mesma e é uma mão na roda para quem está com crianças pequenas e gosta de ir às atrações radicais.

Disney: Rider switch ou Child Swap (para as atrações em que as crianças não passarem na altura – em todos os parques da Disney): Quando você ou seu marido entrar na fila, você comunica o “Cast Member” (funcionário da Disney) que estiver na porta que está com uma criança pequena e que também quer entrar. Ele vai te perguntar quantas pessoas estão com vocês. Normalmente eles liberam até 2 pessoas para retornar na atração. Como assim? A primeira pessoa que for, vai entrar na fila normalmente, se não estiver com o fast pass marcado para aquela atração. Ele vai escanear a sua magic band ou o seu ticket e, com isso, dará uma hora para que as pessoas que ficarem de fora da atração possam retornar àquela atração quando você sair (lembrando que o prazo começa a contar quando ele escanear, então não dá para ir passear e depois voltar, tá?

Universal: Rider Switch: vocês precisam ir à fila ate o final onde uma pessoa encaminhará a pessoa que vai ficar com a criança primeiro até uma salinha para esperar. Quando a pessoa sair da atração, vocês vão trocar. As pessoas com a criança ficam esperando na salinha, até que todos saiam da atração.

14) Compras/Outlets/Shoppings

Orlando hoje é um centro de compras. Tudo que você quiser você vai encontrar na cidade.

Os shoppings, Mall at Milenia e o Florida Mall alem de serem passeios deliciosos rendem compras maravilhosas.

Os mais de 10 outlets existentes na cidade são a perdição dos compradores de plantão.

E, fora isso, podemos contar ainda, com os mercados, lojas de departamento espalhadas pela cidade e muitas outras coisas que ninguém nem imagina…rsrs

Aproveite e boas compras.

15) Chip de Celular

As pessoas perguntam se é um item essencial e eu acredito que sim. E vou dizer porque: se você aluga carro com GPS e, por algum motivo, ele para de funcionar, se você não conhece Orlando e está sem telefone, nessa hora você já estará perdido, concorda? Então, por que correr esse risco?

Fora que NÃO é todo lugar que você consegue internet e não é toda hora que dá para ficar usando internet dos outros. Então, compre pelo menos um chip no grupo em que estiver.

16) GPS

Então, o GPS do carro pode ser trocado pelo seu celular (se você estiver com um chip no celular). Mas, se você tiver alugado um carro com GPS, ótimo.

Senão, aproveite o Google Maps ao máximo. Salve os endereços que lhe interessam, já lhe poupa um tempo procurando por lá.

17) Dining Plan

É o plano de refeições da Disney. Em alguns meses, a Disney faz promoções nos seus hotéis e o plano de refeições acaba saindo mais em conta.

Existem 3 opções: Plano de refeições com serviço de balcão; Plano de refeições Disney e Plano de Refeições Disney Deluxe.

O que muda entre eles? O tipo de restaurante em que você poderá usar e a quantidade de crédito que você tem direito.

18) Como montar o seu roteiro?

E é aqui que eu me realizo. Esse é o ponto principal para você fazer uma viagem mágica.

Quando você já estiver com o seu passaporte e o seu visto na mão, é a hora de pensar na data da sua viagem. E começar a pensar em cada detalhe.

Se você pode viajar fora de alta temporada, tente fugir dos feriados americanos e brasileiros, férias e qualquer outra opção que possa fazer com que os parques e a cidade estejam mais cheios.

Se você não pode, ou seja, TEM que viajar em alta temporada, programe-se de forma a aproveitar a sua viagem ao máximo. Nada fará com que a sua viagem seja ruim, o negócio é saber onde está se “metendo”!

O mais importante é tirar o máximo proveito de Orlando, seja em baixa temporada, seja em alta temporada!

Quando começar a estruturar a sua viagem, pense em quem está indo com você: o que vocês gostam de fazer, o que gostam de comer, onde gostariam de ser hospedar, o que querem ver e, se o grupo for heterogêneo demais, se não vale a pena se dividir nos parques para que todos possam aproveitar a viagem.

A partir daí, comecem a “estudar” o que tem na cidade, o que cabe no orçamento de vocês, coloquem no papel tudo que querem fazer e partam daí.

Com os dias resolvidos, hotel, ingressos e o que vão fazer, é hora de pensar o que é melhor fazer em qual dia.

Orlando é uma cidade turística e, como tal, tem movimento o ano todo, mesmo em baixa temporada. Tente organizar os seus dias pegando as lotações dos parques nos dias melhores, para que possam aproveitar ao máximo, curtir tudo da melhor maneira possível.

Vá organizando tudo, para que consigam fazer o máximo possível. Você verá que conseguirá fazer muito mais do que imaginava.

E, mais do que qualquer coisa, se divirta! Orlando é uma cidade mágica!

(foto de arquivo pessoal)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s